Derrotas do 1º turno confirmaram-se para o PT no 2º turno

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

14606387_10205540972202041_5318960283825319760_n

O PT não conseguiu eleger nenhum prefeito nas sete disputas de segundo turno que concorreu neste domingo (30). O partido, que já havia perdido cerca de 350 prefeituras no primeiro turno na comparação com 2012, novamente saiu derrotado, perdendo inclusive as prefeituras de Santo André e Mauá-SP. Pela primeira vez desde que começou a disputar as eleições municipais, o partido ficará sem nenhum prefeito no ABCD paulista, berço político do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O partido também não terá nenhum prefeito nas capitais do Nordeste, região que votou em peso a favor de Lula e Dilma Rousseff nas últimas quatro eleições presidenciais. Em 2016, o partido perdeu João Pessoa, a única prefeitura que tinha na região –o prefeito Luciano Cartaxo, que saiu do partido e migrou para o PSD, foi reeleito no primeiro turno. No Nordeste, o PT terá apenas a vice-prefeitura de Aracajú, com Eliane Aquino, que disputou na chapa de Edvaldo Nogueira (PC do B).

Neste domingo, o partido concorreu com o ex-prefeito João Paulo no Recife, mas a capital pernambucana reelegeu Geraldo Julio (PSB), afilhado político de Eduardo Campos, com 61,3% dos votos válidos contra 38,7% do petista.

Em Vitória da Conquista (BA), o partido perdeu a prefeitura que ocupava há 20 anos. O deputado estadual Zé Raimundo, candidato do prefeito Guilherme Menezes de Andrade, recebeu 42,42% dos votos e foi derrotado por Herzem Gusmão (PSDB), com 57,58%. Em Santo André, o prefeito Carlos Grana não conseguiu a reeleição, sendo derrotado por Paulo Serra (PSDB), com 78,21% dos votos. Grana obteve 21,79% dos votos do eleitorado, pouco mais do que havia recebido no primeiro turno (20,28%). Em Mauá, Donisete Braga também perdeu a chance de ser reeleito, obtendo 35,53% dos votos contra 64,47% de Atila Jacomussi (PSB).

A derrota mais apertada do partido foi em Santa Maria (RS): apenas 226 votos separaram o petista Valdeci Oliveira do prefeito eleito Pozzobom (PSDB). Neste domingo, o PT ainda perdeu em Anápolis (GO) e Juiz de Fora (MG), onde a petista Margarida Salomão, que ficou conhecida como a “sósia de Dilma” nas eleições de 2012, perdeu a disputa da prefeitura pela terceira vez consecutiva.

pt-perde-todas-no-2o-turno_BzlJv2Z

Derrotas começaram no primeiro turno

No primeiro turno, o PT já havia perdido importantes centros como São Paulo, Goiânia e as cidades paulistas de Guarulhos, São Bernardo do Campo e São José dos Campos. De 644 prefeituras vencidas na eleição de 2012, o partido ganhou em 261 cidades – uma queda de 60%.

A maior vitória do partido foi em Rio Branco, onde Marcus Alexandre conseguiu se reeleger no primeiro turno com 54,87% dos votos. A partir de 2016, a cidade do Acre será a única capital nas mãos do PT.

Segundo o site “Congresso em Foco”, o desempenho do PT nas capitais brasileiras é a o pior desde as eleições de 1985.

FONTE: UOL /G1

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*